• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Ato em defesa da democracia e de Lula toma as ruas de Belo Horizonte

Mobilização "Eleição Sem Lula é Fraude" continua com vigília para acompanhar o julgamento

Publicado: 23 Janeiro, 2018 - 20h25

Escrito por: Rogério Hilário

notice

Dirigentes e  militantes da Central Única dos Trabalhadores de Minas Gerais (CUT/MG), da CTB, dos movimentos sindical, sociais e estudantis e lideranças políticas se uniram, nesta terça-feira (23), em Belo Horizonte, em Ato Público em Defesa da Democracia e do Direito de Lula ser Candidato. A concentração começou no final da tarde, na Praça Afonso Arinos, na Região Central, seguida de marcha até a Praça Sete. O ato terminou por volta das 21 horas. Durante o trajeto, os manifestantes distribuíram a edição especial do jornal Brasil de Fato, cujo tema principal é “Eleição sem Lula é fraude” e dialogaram com a população da capital mineira.

Durante o ato público, os manifestantes carregavam faixas e cartazes de protestos contra o juiz Sérgio Moro, contra o golpe e de apoio ao ex-presidente Lula. O protesto foi acompanhado pelas baterais dos  militantes do Levante Popular da Juventude e da União Juventude Socialista (UJS). No trajeto, cantaram “Moro imoral, juiz parcial”, “Olê, Olê, Olê, Olá, Lula, Lula”, entre outras músicas.

“Este é um ato histórico, que mostra que não sairemos das ruas até que retornem a democracia e a esperança do povo brasileiro. Juntos, vamos barrar este golpe. Hoje, acontecem manifestações em todo o país. Em torno de 100 mil pessoas se deslocaram para Porto Alegre, todas e todos vão ouvir Lula, que estará lá. O apoio a Lula não acontece apenas no Brasil. Em vários países, da Europa e de outros continentes, se manifestaram a favor do ex-presidente”, disse Jairo Nogueira Filho, secretário-geral da CUT/MG, que coordenou o ato em Belo Horizonte.

“Trago a vocês, em primeira mão, uma boa notícia. Na quinta-feira (25), independentemente do resultado do julgamento de Porto Alegre, a executiva do PT vai lançar a pré-candidatura de Lula. Não tem plano B ou plano Z. Nosso candidato é Lula”, afirmou o vereador Arnaldo Godoy.

Nesta quarta-feira (24), a mobilização será uma vigília, a partir das 8 horas, na Assembleia Legislativa (ALMG), para acompanhar o julgamento do ex-presidente no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), em Porto Alegra (RS). O protesto acontecerá em frente ao prédio da Justiça Federal, próximo à ALMG.

carregando