• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Greve geral dos Correios em todo o Brasil

Contra a retirada de dieritos! Em defesa dos empregos!Em defesa da empresa pública e de qualidade, contra a privatização!

Publicado: 19 Março, 2018 - 10h42

Escrito por: Sintect-MG

No último dia 14, foi realizada a assembleia do SINTECT- MG com participação massiva dos trabalhadores, representação de todos os setores da capital e da Grande Belo Horizonte, além de representantes de outros sindicatos e movimentos populares como Sindibel, Sindirede, Sindieletro, Sindifes, movimento estudantil, movimento de moradia etc.
 
Os trabalhadores mostraram indignação com o desprezo e a falta de respeito do presidente da Empresa, Guilherme Campos, que só começou a negociar com a categoria depois de 40 dias de atraso. Tal “negociação” só começou, inclusive, por meio da pressão dos trabalhadores que, por unanimidade, não aceitaram o acordo que o TST (coligado com a Empresa) colocou para os trabalhadores, de prorrogar nosso acordo para depois que a Reforma Trabalhista entrar em vigor.
 
O início das “negociações” não passou de uma farsa com a Empresa demonstrando seus reais interesses: atacar os direitos dos trabalhadores, com propostas de exclusão de cláusulas benéficas do ACT e adequação das restantes à Reforma Trabalhista como, por exemplo:
 
· Exclusão de todo o parágrafo 6º da CLÁUSULA 41 – distribuição domiciliária - que trata da Entrega Matutina que possibilitará inclusive a reversão da entrega de todos os lugares que já foram implantados
 
· Alteração da CLÁUSULA 47 – segurança na empresa - Substituição da segurança armada por cofre com fechadura eletrônica com retardo, alarme monitorado e circuito fechado de TV; (Essa é a mais cruel possível com os atendentes, pois ao invés de manter a segurança armada e porta giratória vão deixar o atendente na mira da arma do bandido enquanto o mesmo espera o tempo para abertura do cofre de retardo)
 
· Exclusão dos textos que dificultem ou criem barreiras para a execução da Dispensa Motivada;
 
· Exclusão da CLÁUSULA 69 – concurso público que exige concursos públicos;
 
· Exclusão da CLÁUSULA 78 – indenização por morte ou invalidez permanente - que prevê o pagamento de indenização por parte da ECT caso o trabalhador venha a falecer ou ficar inválido invalidez permanentemente;
 
· Alteração da CLÁUSULA 76 – Registro de Ponto para “REGISTRO DA JORNADA DE TRABALHO” com o fim da tolerância de 5 e 10 minutos para registro do ponto, instituição do Registro de Ponto Eletrônico, o banco de horas que obrigará o trabalhador a cumprir sua jornada completa e saindo antes o mesmo fica DEVENDO HORAS PARA A ECT e a jornada intermitente (reforma trabalhista) Essa última permite que o trabalhador seja contratado para trabalhar somente o horário que a Empresa preciso e lógico só será remunerado por esse tempo específico;
 
· Fim da pausa de 10 minutos/hora para quem trabalha em terminais computadorizados;
· Exclusão da CLÁUSULA 79 Acompanhamento do cumprimento de cláusulas do acordo que permite a fiscalização do cumprimento do ACT por parte do sindicato;
·
Exclusão da CLÁUSULA 72 multas de transito para forçar que o trabalhador arque com todo o custo;
 
· Exclusão da CLÁUSULA 77 – responsabilidade civil em acidente de transito – Essa quer de forma covarde atacar todos os motoristas dos correios para transferir a responsabilidade que hoje é da ECT para o próprio motorista, inclusive para obriga-lo a arcar financeiramente com qualquer situação de colisão no trânsito.
 
Diante de todos estes ataques, os trabalhadores da base do SINTECT-MG deram a resposta aa direção dos Correios: votaram o estado de greve e o indicativo de greve a partir das 22:00 h do dia 19 de setembro de 2017.
Nesse sentido, toda a categoria deve comparecer em peso à assembleia nesta Terça-feira, às 19 horas, na Pça Sete, em BH para organizar os piquetes e exigir, parados, o atendimento à nossa pauta nacional de reivindicações.
 
 
TODOS À GREVE GERAL!
NÃO À PRIVATIZAÇÃO DOS CORREIOS. PRIVATIZAÇÃO É COISA DE LADRÃO!
FORA GUILHERME CAMPOS E TODOS OS PRIVATISTAS!
carregando