• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Plenária Mineira multiplica a mobilização popular rumo ao Congresso do Povo

Em três dias foram debatidos projetos político e de sociedade, demandas e soluções para o país

Publicado: 11 Junho, 2018 - 15h45 | Última modificação: 11 Junho, 2018 - 17h01

Escrito por: Rogério Hilário, com informações da Frente Brasil Popular Minas

FBP
notice

Com centenas de pessoas, representantes de comitês organizados em todo o Estado, foi realizada, sábado (9) e domingo (10), na Fundação Helena Antipoff, em Ibirité, na Grande Belo Horizonte, a Plenária Estadual  Rumo ao Congresso do Povo. A atividade, que antecede o Congresso do Povo Nacional, com data e local a serem definidos, teve como parte da programação o Encontro das Mulheres da Frente Brasil Popular, realizado no mesmo local na sexta-feira (8).

Na abertura da Plenária Estadual da Frente Brasil Popular Minas, aconteceu a mesa Debate de Conjuntura, com a deputada federal Jô Moraes (PCdoB), Juarez Guimarães, Reginaldo Silva e João Paulo Rodrigues, que pontuou que "quem quer que ganhe essa eleição vai ser disputa de projeto político", o que mostra a importância da Plenária e do Congresso do Povo.

Na primeira hora da Plenária Estadual, a mesa composta por Sonia Mara  Maranho, do Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB),  e André Xavier trouxe para debate os encaminhamos realizados no sábado (9) e abordaram questões sobre o futuro do Congresso do Povo.

Na parte da tarde, as atividades da Plenária Estadual da Frente Brasil Popular Minas, discutiu sobre a Plataforma de Luta e Trabalho de Base em Minas Gerais, essa mesa teve os seguintes facilitadores: Rogério Correia, deputado Estadual (PT); Silvio Netto, coordenação Nacional do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST) e a professora da rede Estadual, Beatriz Cerqueira, que teve como síntese de sua fala a seguinte afirmação, "a eleição é a tática, a estratégia, é o projeto de sociedade".

Encontro das Mulheres

Mais de 80 mulheres de todas as regiões do Estado se reuniram na sexta-feira (8) na Fundação Helena Antipoff, para debater os eixos de luta da Frente Brasil Popular na perspectiva do feminismo.

Mulheres são destaque na  luta militante contra os golpes, ao mesmo tempo que são tripé na luta por sobrevivência do dia a dia da classe trabalhadora, ainda são minoria em importantes espaços institucionais, quando banidas, consequências histórica da opressão machista e patriarcal.

Onde tem mulher, tem luta, e não há luta que se vença só.

Mulheres com mulheres, pela Democracia, soberania, com Lula Livre, contra o golpe e a opressão.

 

CONHEÇA O CONGRESSO DO POVO

Desde o início da crise política no Brasil, agravada pelo golpe parlamentar, Judiciário e midiático, milhões de cidadãos estão angustiados com que rumo o país deve tomar. Desse sentimento nasceu a ideia de um Congresso que não seja de políticos, mas sim formado pela população brasileira, e que ganhou a confiança dos mineiros.

Desde o lançamento do Congresso do  Povo, Minas se mobilizou e organizou uma ativa participação. Hoje contabilizamos mais de 70 comitês distribuídos em todo Estado, envolvendo um total de 210 municípios, e a participação direta de pelo menos 3 mil pessoas.

Preparado para seguir as demais etapas, o Estado realizou a Plenária Mineira direcionada a coordenadoras e coordenadores dos comitês formados.

A Plenária foi organizada com a presença de três representantes por comitê, reunindo cerca de 700 pessoas, que tiveram o fim de semana para trocar suas experiências enquanto comitês, trazer demandas, debater soluções, e encaminhar rumos para manter e multiplicar a mobilização popular rumo ao Congresso do Povo Nacional, ainda sem data confirmada.

Organizar as bases, tarefa da Frente Brasil Popular para a construção de um projeto de país da classe trabalhadora.

Firma-se o Congresso do Povo não como um evento, mas sim como ferramenta, uma metodologia de organização popular.

Viva o Congresso do Povo!

carregando
carregando