• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Centrais, movimentos e sindicatos promovem ações de solidariedade no 1º de Maio

Distribuição de alimentos e vale-gás buscam dar condições para que as pessoas fiquem em casa em meio à pandemia do novo coronavírus

Publicado: 30 Abril, 2020 - 18h47

Escrito por: Frente Brasil Popular Minas

notice

A Central Única dos Trabalhadores de Minas Gerais (CUT/MG), centrais sindicais, partidos, movimentos e entidades que integram a Frente Brasil Popular vão realizar nesta sexta-feira o 1º de Maio Solidário, com ações de amparo à população buscando garantir as condições para que trabalhadoras e trabalhadores fiquem em casa durante a pandemia do Covid-19. Ao longo do dia também será realizada transmissão ao vivo nas páginas do Facebook das entidades contando com artistas, lideranças políticas e outros representantes das classes trabalhadoras e das instituições democráticas e ações de solidariedade. A live conta também com a participação do cantor Roger Waters, ex-integrante da banda Pink Floyd. Em Belo Horizonte, haverá distribuição de cestas básicas, marmitas e vale-gás nas regiões de Venda Nova e da Pedreira Prado Lopes.

“Saúde, emprego e renda. Em defesa da Democracia. Um novo mundo é possível”

Essa é a pauta defendida pelas entidades que organizam pela primeira vez a celebração do Dia da Trabalhadora e do Trabalhador online. A defesa da vida acima do lucro, de um Estado que garanta as vidas, do fortalecimento do Sistema Único de Saúde (SUS), do direito à segurança, à vida e condições dignas de trabalho e o ‘Fora Bolsonaro’ também estarão na programação deste 1º Maio unificado, que será um dia de solidariedade, em que haverá coleta de doações e posteriormente entrega a quem precisa. É possível contribuir sem sair de casa, mais informações podem ser encontradas nas páginas da Frente Brasil Popular MG e da CUT/MG no Facebook.

Ações em Minas Gerais

Estão sendo confirmadas diversas ações de solidariedade, promovidas sindicatos e movimentos populares em parceria com associações de bairro e outras entidades do campo democrático e popular.

A Frente Brasil Popular e a CUT/MG  defendem o isolamento social como a melhor forma de combater a pandemia do novo coronavírus. Portanto, é preciso que os governos forneçam condições de garantir o isolamento social com dignidade, garantindo renda, emprego e comida na mesa das pessoas mais impactadas pela crise atual. Na ausência da ação correta e eficaz dos governos, nós - sindicatos e movimentos sociais - entendemos que precisamos nos unir como classe trabalhadora e tentar ajudar aqueles que mais precisam nesse momento.

Na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), há ações já confirmadas:

- Venda Nova: Doação de 300 cestas básicas e 200 refeições para população de rua (marmitex)

- Pedreira Prado Lopes: Doação de 200 cestas básicas e 50 vale gás de cozinha

Transmissão 100% digital

Reconhecida internacionalmente como uma data importante para apresentar as pautas e reivindicações da classe trabalhadora, este 1º de Maio torna-se ainda mais importante, principalmente no Brasil que atravessa, não só a pandemia do novo coronavírus (Covid-19) e crises política, econômica e institucional, mas também fortes ataques aos direitos sociais e trabalhistas.

 A partir das 11h30 desta sexta-feira (1º), trabalhadoras e trabalhadores de qualquer parte do País poderão assistir à live nacional organizada de forma unitária pelas Centrais Sindicais - CUT, Força, UGT, CSB, CTB, CGTB, NCST, Intersindical, A Publica -, com o apoio das Frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo.

Um dos artistas confirmados na live é o britânico Roger Waters, ex-integrante da banda de rock Pink Floyd, músico, compositor e cantor comprometido com as políticas sociais e os movimentos populares de todo o mundo. Também estão previstas apresentações de artistas como Chico César, Zélia Duncan, Otto, Preta Ferreira, Dexter, Delacruz, Odair José, Leci Brandão, Aíla, Preta Rara, Mistura Popular, Taciana Barros, Francis Hime e Olivia Hime.

Mais informações: Jairo Nogueira - Presidente da CUT/MG:

(31) 98457-0453

Débora Sá - Movimento das Trabalhadoras e Trabalhadores por Direitos (MTD): (31) 99368-4665