• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

CUT/MG TOMA MEDIDAS DE PREVENÇÃO AO CORONAVÍRUS

Expediente será reduzido até sexta-feira, 20 de março, e suspenso a partir da segunda-feira (23) até 1º de abril

Publicado: 17 Março, 2020 - 14h47 | Última modificação: 17 Março, 2020 - 17h29

Escrito por: CUT/MG

notice

Companheiros e companheiras,

A Direção da Central Única dos Trabalhadores de Minas Gerais (CUT/MG), preocupada com a rápida disseminação do coronavírus e seguindo as medidas da Organização Mundial da Saúde (OMS), decidiu tomar algumas medidas de prevenção. Neste momento emergencial é essencial nos precavermos para zelarmos pela saúde de todos e todas.

Por isso, a CUT/MG decidiu:

1 - Nos dias 18, 19 e 20 de março o expediente da sede da CUT/MG (Rua Pedro de Carvalho Mendes, 70, bairro Colégio Batista – Belo Horizonte) funcionará com horário reduzido: das 10 horas às 16 horas.

2 - Suspender as atividades presenciais na sede da CUT/MG a partir da próxima segunda-feira (23), considerando a rápida expansão do vírus, e a preocupação em zelar pela saúde dos funcionários e diretores da central. Os funcionários trabalharão em casa para encaminhar as demandas possíveis e os diretores liberados estarão disponíveis por telefone e atenderão somente as ações mais urgentes. Retornaremos com as atividades presenciais no dia 1º de abril de 2020.

3 - As plenárias e visitas nas regionais que estavam agendadas para março e abril serão adiadas, aguardando a normalização da situação para remarcar as datas.

Neste momento, o importante é cuidarmos da saúde de todos e adotar medidas preventivas para evitar o contágio do vírus. A CUT/MG orienta que os sindicatos levem em consideração as instruções da OMS e cancelem assembleias, reuniões e qualquer atividade que propiciem aglomeração de pessoas e, se possível, suspendam as atividades nos sindicatos para proteger os funcionários e dirigentes das entidades.

Vivemos um momento emergencial na saúde mundial e de revolta frente à negligência do governo Bolsonaro para combater a pandemia que se alastra pelo país. Nós temos um papel fundamental neste momento de cobrar dos patrões e dos governos federal, estadual e municipal medidas urgentes de proteção aos trabalhadores e trabalhadoras e de fortalecimento dos serviços públicos, em especial o SUS. Muitos dos nossos sindicatos já estão fazendo sua parte, pressionando os governos municipais e estadual para que suspendessem as aulas na rede pública e indo nas portas de fábricas e locais de trabalho cobrar medidas de proteção aos trabalhadores.

 

  Jairo Nogueira Filho                  Lourdes Aparecida de Jesus
Presidente da CUT/MG   Diretora Executiva da Secretaria Geral da CUT/MG

                                Sebastião da Silva Maria
         Diretor Executivo da Secretária de Adm. e Finanças CUT/MG