• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

É hora de pressionar os senadores contra a MP 905

Agora, é hora de pressionar os senadores a votarem contra ou a não votarem a MP 905

Publicado: 17 Abril, 2020 - 18h12 | Última modificação: 17 Abril, 2020 - 18h18

Escrito por: Sindicato dos Bancários de BH e Região com Seeb-SP

notice

Após a aprovação da MP 905 pela Câmara dos Deputados, a Medida Provisória foi para o Senado e precisa ser votada até segunda-feira, 20, para não perder a validade. Ela foi retirada da pauta de votações desta sexta-feira, 17, após muita pressão de trabalhadoras e trabalhadores e a manifestação de diversos líderes de partidos. No Senado, ela tramita como PLV 06.

Além de vários ataques aos direitos dos trabalhadores em geral, a medida aumenta a jornada de trabalho da categoria bancária e permite o trabalho aos sábados, domingos e feriados. O texto ataca também a negociação coletiva da PLR.

“Essa MP é, na verdade, o aprofundamento da reforma trabalhista. É mais uma tentativa do governo de retirar direitos dos trabalhadores. Isso vai na contramão do que estamos vendo no mundo inteiro, com os governos garantindo renda e a subsistência de todos aqueles que não têm como se manter neste período de pandemia e isolamento social”, afirmou a presidenta da Contraf-CUT, Juvandia Moreira. “Não é hora de fazer reforma trabalhista. É hora de combater os efeitos da Covid-19, salvar as vidas, os empregos e garantir renda, salvar as pequenas e médias empresas”, frisou.

A medida só não está em vigor para a categoria bancária porque um acordo aditivo foi assinado pelo Comando Nacional dos Bancários e pelos bancos, no final de 2019, garantindo a neutralização dos efeitos até dezembro de 2020.

Agora, é hora de pressionar os senadores a votarem contra ou a não votarem a MP 905.

Nas redes sociais, os trabalhadores utilizam a hashtag #CaducaMP905 para cobrar que os senadores não votem a proposta. Centrais sindicais, movimentos sociais e outras entidades também articulam com senadores da oposição uma estratégia de combate à medida.

A categoria também pode se manifestar votando NÃO na enquete do Senado sobre a MP 905 ou ainda acessando o site Na Pressão.

É possível também pressionar diretamente os parlamentares por meio de telefone e e-mail. Os senadores eleitos por Minas Gerais são:

Antonio Anastasia (PSD/MG)
Telefone: (61) 3303-5717
E-mail: sen.antonioanastasia@senado.leg.br

Carlos Viana (PSD/MG)
Telefone: (61) 3303-3100
E-mail: sen.carlosviana@senado.leg.br

Rodrigo Pacheco (DEM/MG)
Telefone: (61) 3303-2794 / 2795
E-mail: sen.rodrigopacheco@senado.leg.br

 

Fonte: Sindicato dos Bancários de BH e Região com Seeb-SP