• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Em dia de mobilização internacional, BH também pede Lula Livre

Ato na capital mineira contou com a participação do Coral Mil Vozes, que cantou pela liberdade do ex-presidente

Publicado: 08 Abril, 2019 - 10h54 | Última modificação: 08 Abril, 2019 - 11h02

Escrito por: Raíssa Lopes Brasil de Fato/Belo Horizonte (MG)

Luís Rocha/MídiaNinja
notice

Os mineiros acordaram cedo no domingo (7) para integrar a mobilização internacional contra a prisão política do ex-presidente Lula. Os manifestantes começaram a se reunir às 9h, na Praça Afonso Arinos, no Centro.

Pessoas de todas as idades, entre crianças, jovens e idosos, portavam cartazes com mensagens de apoio e força ao petista, além de se posicionarem contra o governo de Jair Bolsonaro (PSL) e pelo fim de pautas que representam retrocessos para a classe trabalhadora, como a reforma da Previdência.

O momento principal do ato, que foi organizado pelo Coletivo Alvorada, foi a apresentação do Coral Mil Vozes, que pediu por “Lula Livre” e entoou a canção “Anunciação”, de Alceu Valença. O protesto teve, ainda, faixas bordadas pelas mulheres do grupo Linhas do Horizonte.

“Essa prisão é um absurdo. A gente sabe que o prenderam para que ele não ganhasse a eleição e para retirar as políticas sociais que foram conquistadas nos últimos anos. Sabemos que tudo isso faz parte de um cenário internacional, que tem a participação forte dos Estados Unidos, para recolonizar o Brasil. Estamos na rua pela liberdade de Lula, mas também contra esse monte de medidas retrógradas e regressivas que tentam implantar no país”, declara João Cláudio, integrante do Coletivo Alvorada.

Dona Maria do Carmo de Menezes é cadeirante e mesmo com toda a dificuldade para se locomover nas ruas de BH, fez questão de participar da manifestação. “Estou em todas”, brinca. “Eu, você, todo o povo, devemos ter muita consideração pelo Lula. Ele fez tanta coisa e foi tão bom para tanta gente e agora está preso há um ano, sem qualquer prova”, declara.