• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Greve sanitária de educadoras e educadores e as ações genocidas do governo Zema

Na próxima terça-feira, 13 de julho, às 19 horas, assista a Live CUT Minas!

Publicado: 10 Julho, 2021 - 14h39 | Última modificação: 10 Julho, 2021 - 16h39

Escrito por: CUT/MG

notice

Estamos vivendo um grave cenário de pandemia mundial e, aqui no Brasil, a coisa vai de mal a pior devido à política irresponsável e corrupta de Jair Bolsonaro.

Em Minas Gerais, Romeu Zema tem seguido os mesmos passos do atual presidente, com uma postura de descaso e ações genocidas. O retorno presencial das aulas na Rede Estadual, sem a garantia de segurança sanitária e de ampla vacinação dos trabalhadores em educação, é mais um grave exemplo da política de morte do governo Zema.

Diante dessa realidade, trabalhadoras e trabalhadores em educação de Minas Gerais realizarão uma greve sanitária de 12 A 17 de julho, em defesa da vida dos educadores, dos estudantes, de toda comunidade escolar e por vacina para todos e todas.

Na live dessa terça-feira, contaremos com a participação de Denise de Paula Romano, Coordenadora Geral do Sind-UTE/MG, que nos falará sobre a greve sanitária aprovada pela categoria. Contaremos também com a participação do Presidente da CUT Minas, Jairo Nogueira. O debate será mediado pela Secretária Geral da CUT Minas, Lourdes Aparecida.