• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Live CUT Minas: “Direitos Trabalhistas e Teletrabalho”

Publicado: 31 Julho, 2020 - 12h13 | Última modificação: 31 Julho, 2020 - 19h55

Escrito por: Rogério Hilário, com informações do Sindicato dos Bancários de BH e Região

notice

A Central Única dos Trabalhadores de Minas Gerais (CUT/MG) vai realizar, nesta segunda-feira, 3 de agosto,  às 19 horas, mais uma Live. Desta vez o tema do debate será “Direitos Trabalhistas e Teletrabalho”, assuntos que ganharam mais relevância neste período de Pandemia de Covid-19. A Live contará com a participação do advogado, ex-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e membro da Associação Brasileira de Juristas pela Democracia (ABJD), Cézar Britto; do presidente do Sindicato dos Bancários de Belo Horizonte e Região, Ramon Peres; e do presidente da CUT/MG, Jairo Nogueira. O debate será mediado pela secretária-geral da CUT/MG, Lourdes Aparecida.

Para Cézar Britto, o debate servirá para responder algumas perguntas diante dos ataques aos direitos da classe trabalhadora, mesmo durante a Pandemia. “O chamado ‘novo normal’ é novo ou é a velha exploração disfarçada em modernidade virtual? Como interromper a crescente coisificação da classe trabalhadora e a destruição das estruturas sindicais, diante da assumida política de retirada ou redução de direitos conquistados ao longo de décadas de luta, suor e lágrimas? Qual a lição da pandemia em relação ao  velho conflito dinheiro x vida? Essas são algumas das perguntas que exigem resposta no hoje e que serão debatidas na nossa Live”, disse o ex-presidente da OAB.

“Ao longo da sua história, o Sindicato tem reafirmado o seu compromisso com a saúde do trabalhador e em defesa da vida de bancárias e bancários. Durante a crise do coronavírus, o Sindicato juntamente com outras entidades representativa dos trabalhadores tem pressionado os bancos, por medidas rápidas para combater a pandemia.  A pressão e a cobrança diária por ações efetivas garantiu a criação de um Comitê de Crise com os bancos para acompanhar a situação. Além disso, mais de 250 mil bancários estão trabalhando em casa, em teletrabalho”, revelou Ramon Peres, presidente do Sindicato dos Bancários de BH e Região.

“O teletrabalho que antes parecia uma linha longe no horizonte se tornou realidade de maneira acelerada no mundo todo levando milhares de trabalhadores para essa nova modalidade desde o início dos primeiros casos de Covid-19 no Brasil. Essa nova realidade, no entanto, nos leva a alguns questionamentos como, por exemplo, a maneira com que estes trabalhadores fazem a gestão tempo e do espaço em casa; como se dá a organização do trabalho e a forma de gerir a criatividade.  Pesquisas apontam para os futuros problemas que o home office pode ocasionar ao profissional e no momento de construir legislação mais efetiva, é preciso haver uma organização de seus representantes na construção de garantias e preservação da saúde mental e física desses profissionais nessa nova modalidade de trabalho. Estes são alguns temas que iremos debater na nossa Live na próxima segunda-feira”, afirmou o dirigente sindical.

Desde o dia 22 de junho, com “Luta da Classe Trabalhadora em tempos de Pandemia”, tendo a participação do presidente da CUT, Sérgio Nobre, a CUT/MG realiza Lives em sua página no facebook e nas páginas de parceiros. Depois, foram debatidos os temas “reformas da Previdência em Minas e em Belo Horizonte”, “As MPs 927 e 936 e os impactos para a Classe Trabalhadora”, “A luta contra a Reforma da Previdência em Minas Gerais” e “A luta dos trabalhadores de aplicativos”.

Assista, ao vivo, pelo Facebook da CUT Minas