• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Nota de repúdio aos ataques e ameaças à Repórter Brasil

Repórter Brasil é a principal parceira da ADERE-MG no enfrentamento ao trabalho escravo no café

Publicado: 15 Janeiro, 2021 - 12h40 | Última modificação: 15 Janeiro, 2021 - 20h47

Escrito por: Adere-MG

notice

A ONG Repórter Brasil, referência brasileira na temática do combate ao trabalho escravo e importante parceira da Articulação dos Empregados Rurais do Sul de Minas Gerais (ADERE-MG), Centro de Informações sobre Empresas e Direitos Humanos, Confederação Nacional dos Trabalhadores Assalariados e Assalariadas Rurais (CONTAR), Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (CONTAG), Conectas, InPACTO, Instituto Ethos e Oxfam Brasil em diversas iniciativas e vem sendo atacada por hackers que exigem a retirada do ar de suas reportagens.

Repórter Brasil é a principal parceira da ADERE-MG no enfrentamento ao trabalho escravo no café, inclusive levando a pauta do trabalho escravo e prevaricação generalizada do trabalho nos cafezais a nível internacional.

No dia 6 de janeiro de 2021, uma série de ataques virtuais tirou o site reporterbrasil.org.br do ar por algumas horas. Em seguida, a equipe da ONG recebeu um e-mail anônimo, com ameaça de novos ataques caso as matérias de 2003 a 2005 não fossem apagadas. Na manhã do dia 7 de janeiro, a sede da ONG passou por uma tentativa de invasão física. O portão de entrada da entidade terá que passar por reparos em razão disso. No dia seguinte, a organização recebeu nova ameaça, em que os hackers impuseram um ultimato até dia 11 de janeiro. A ONG Repórter Brasil não atendeu às exigências e, na mesma data, os ataques voltaram e novamente o site da organização foi derrubado por algumas horas.

Prestamos nossa solidariedade à ONG Repórter Brasil e repudiamos a tentativa criminosa de intimidar e de cercear a liberdade de expressão e de imprensa desta importante organização que atua na defesa dos direitos humanos. Trata-se de uma lamentável ameaça ao direito à informação, e nos alerta para um novo tipo de assédio, a censura pela violência digital, tendo como alvo veículos livres e plurais, tal como a Repórter Brasil, organização de jornalismo investigativo no combate às violações de direitos humanos e socioambientais.

Cobramos apuração rápida e rigorosa por parte das autoridades competentes, para que os responsáveis sejam identificados e processados nos termos da lei. A liberdade de expressão e de imprensa são direitos fundamentais essenciais para a democracia e o debate plural de ideias e precisam ser rigorosamente preservados.

Articulação dos Empregados Rurais do Sul de Minas Gerais (ADERE-MG)

Centro de Informações sobre Empresas e Direitos Humanos

Confederação Nacional dos Trabalhadores Assalariados e Assalariadas Rurais (CONTAR)

 Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (CONTAG)

Conectas InPACTO

Instituto Ethos

Oxfam Brasil