• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Posse política da nova diretoria da CUT/MG consolida aliança por um projeto de interesse da classe trabalhadora em Minas Gerais

Centenas de lideranças sindicais, políticas e dos movimentos sociais reafirmam a articulação pelas lutas dos trabalhadores e trabalhadoras no Estado

Publicado: 05 Agosto, 2012 - 19h35

Escrito por: Rogério Hilário

notice

A nova diretoria da CUT/MG durante a posse no auditA nova diretoria da CUT/MG durante a posse no auditCentenas de lideranças sindicais e políticas e militantes de movimentos sociais e populares, prestigiaram a posse política da nova diretoria da Central Única dos Trabalhadores de Minas Gerais, para o triênio 2012/2015. A cerimônia aconteceu na noite de sábado (4), na Escola Sindical 7 de Outubro, no Barreiro, em Belo Horizonte. A nova diretoria da CUT/MG tem como presidenta a professora Beatriz Alves Cerqueira, a primeira mulher a assumir o comando da entidade em Minas Gerais. Ela fez questão de enfatizar que a composição da diretoria se fundamentou na união de forças políticas articuladas com os movimentos sociais e populares.

Na abertura da cerimônia, os convidados se emocionaram com a mística elaborada pela Via Campesina, o Levante Popular da Juventude e o Movimento Estudantil. Na apresentação, foram resgatadas a história da CUT, conquistas e lutas da classe trabalhadora em Minas Gerais, além de imagens de Lúcio Guterres, ex-presidente da Central no Estado falecido em setembro de 2007. A primeira mesa foi composta por representantes da CUT Nacional, das CUTs Regionais, das confederações e federações, outras centrais, movimentos sociais e populares, lideranças políticas e o ex-presidente da CUT/MG, Marco Antônio de Jesus.

Após as saudações de todos, Beatriz Cerqueira chamou um a um os novos dirigentes da CUT/MG para o palco do auditório da Escola 7 de Outubro. “As pessoas que estão aqui são responsáveis por uma construção coletiva, temo um objetivo a cumprir. A CUT não é uma Central qualquer. Fomos acusados de não sermos mais importantes em Belo Horizonte. Mas tenho certeza que somos importantes na articulação com os movimentos sociais, com o movimento estudantil, com as diferentes federações e confederações, na aglutinação e na organização das lutas. Agradeço aos que puderam vir da CUT Nacional, das federações e confederações. Tem muita gente aqui conosco, com essas bandeiras que fazem a grandeza da CUT/MG. Esta gestão não vai se bem-sucedida pela presidenta, vai ser bem-sucedida pela união, por um grupo que fará para a diferença”, disse Beatriz Cerqueira.

A primeira presidenta da CUT/MG também agradeceu a presença de lideranças políticas, em especial o candidato do PT à Prefeitura de Belo Horizonte. “Agradeço a Patrus Ananias por ter vindo. Outros candidatos foram convidados também. A CUT não tem uma agenda adesista. A Central não adere a candidato, mas defende um projeto de interesse da classe trabalhadora e da sociedade. O PSB e o PSDB fizeram muitos excluídos em Belo Horizonte e em Minas Gerais. Hoje, Belo Horizonte tende a expulsar as pessoas. Denunciamos lá atrás o que significaria a vitória do PSB em Belo Horizonte e não fomos ouvidos. Agora, muita gente está feliz com os rumos que Belo Horizonte pode tomar em 2013. Hoje precisamos de um projeto popular que vença a máquina”, afirmou Beatriz Cerqueira.

Para encerrar sua fala e a cerimônia de posse, a primeira mulher presidenta da CUT/MG disse: “Nos próximos três anos todos vão ouvir um grito em Minas Gerais: Central Única dos Trabalhadores e das Trabalhadoras”. 

Dirigentes da CUT Nacional, das CUTs Regionais, lideranDirigentes da CUT Nacional, das CUTs Regionais, lideranDepoimentos

“A companheira Beatriz Cerqueira montou uma ótima direção, que com certeza dará conta dos desafios, de fazer os enfrentamentos. Como aconteceu na greve da educação em 2011, que durou 112 dias, os movimentos dos servidores da saúde e de outras categorias. Desejo em nome da Beatriz que vocês tenham um bom mandato, com grandes vitórias.” Marco Antônio de Jesus, ex-presidente da CUT/MG

“Que sejamos bênçãos verdadeiras para os pobres desta Minas Gerais, com solidariedade e fraternidade.” Frei Gilvander Moreira, da Comissão Pastoral da Terra

“Um abraço carinhoso e parabenizo a minha amiga e companheia Beatriz. Saúdo a primeira mulher presidenta da Central.” Celina Arêas, da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB)

“Saúdo a nova direção da CUT/MG. E um desafio que se avizinha para esta gestão é a greve na saúde que se reanima, com o corte de ponto e a ausência de negociação. Temos assembléia na próxima quarta-feira, dia 8, e uma nova greve pode se iniciar.” Renato Barros, do Sind-Saúde/MG e da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Seguridade Social (CNTSS)

“Saúdo a Beatriz e o companheiro de luta Jair Nogueira. Que a CUT continue sendo referência de luta.”  Franklin Moreira Gonçalves, presidente da Federação Nacional dos Urbanitários (FNU)

“Espero que a CUT esteja realmente ao lado da classe trabalhadora, que nos ajude a realizar o sonho do socialismo no Brasil.”  Marilda de Abreu Araújo, da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE)

“Estamos muito felizes e confiantes com a nova direção da CUT/MG. Desejamos muito sucesso.”  Misael Elson Borges, secretário de Finanças da Confederação Nacional dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal  (Confetam)

Centenas de convidados lotaram o auditCentenas de convidados lotaram o audit“Vamos continuar construindo a CUT. Cada sindicato significa a CUT presente na luta por Justiça social.” José Wagner, presidente da Federação Estadual dos Metalúrgicos (FEM-CUT)

“Parabenizo a todos que estão tomando posse e desejo muito sucesso nas lutas."  Marcos de Jesus Leandro, presidente da Federação dos Trabalhadores dos Servidores Públicos Municipais (Fetam-MG/CUT)

"A CUT é fundamental na unificação das lutas do campo e da cidade. E a Fetraf acredita em grandes conquistas com a nova direção da Central no Estado." Joseleno Anacleto da Silva, presidente da Federação dos Trabalhadores da Agricultura Familiar do Estado de Minas Gerais (Fetraf-MG/CUT)

“Nossa organização como categoria é recente, a partir de 1994, e a CUT foi fundamental para a criação da federação que representa uma categoria de suma importância para o país.”  Osvaldo Teófilo, presidente da Federação Democrática dos Trabalhadores na Indústria de Alimentação de Minas Gerais (Fedetia-MG/CUT)

“A OAB  tem o prazer de estar na posse da primeira mulher como presidenta da CUT/MG. Como professor de Direito do Trabalho aprendi muito com você Beatriz, ajudamos a mudar a cabeça de alguns reacionários.”  Antônio Fabrício de Matos, representante da OAB/MG

 “Nossa mística mostra que ninguém está aqui começando um processo. Nós estamos contribuindo para construir esta história junto com a CUT e os movimentos sociais.”  Renan Santos, do Levante Popular da Juventude em Minas Gerais

“A CUT foi fundamental para eleger o primeiro presidente operário do Brasil em 2002. Com a Beatriz na presidência da CUT/MG temos mais chances de derrotar o que há de mais nocivo em Minas Gerais, que são os tucanos. Vamos juntos.”  Rafael Leal, presidente da União Estadual dos Estudantes (UEE)

“A Beatriz é uma pessoa que está sempre na luta. Com ela podemos derrotar a tucanada e derrotar o projeto do panaca do Márcio Lacerda em Belo Horizonte.” Bruno Duarte, Associação Metropolitana dos Estudantes Secundaristas da Grande Belo Horizonte (Ames-BH)

“Por intermédio da Beatriz parabenizo toda a diretoria. Sei que não vai faltar combatividade e disposição para a luta.”  Shakespeare Martins de Jesus, da Executiva Nacional da CUT/MG

“Espero uma gestão na CUT/MG que reproduza a emoção que muitas pessoas sentiram nesta posse política.”  Antônio Lisboa Amâncio Lisboa, da Diretoria Executiva da CUT Nacional

“Saudando a nova diretoria da CUT/MG digo: viva Minas Gerais, viva o Brasil, vida a classe trabalhadora.”  Jacy Afonso, secretário de Organização e Política Sindical da CUT Nacional

“Quando estou no exterior eu vejo o quanto a classe trabalhadora de outros países respeitam a CUT e a importância de presidir uma Central sindical que tem esta fama, a mais significativa do Brasil.”  João Felício, da Diretoria Executiva da CUT Nacional

“Que a CUT continue sendo a referência da classe trabalhadora e que isso ilumine a trajetória de Beatriz Cerqueira.”  Patrus Ananias, ex-prefeito de Belo Horizonte, ex-ministro e candidato à Prefeitura da capital mineira

“A nossa força está associada à história da CUT. E esta cesta simboliza a nossa aliança na construção das lutas em Minas Gerais.”  Silvio Netto, do MST

 

CUT/MG - Diretoria 20122015

 

Presidenta: Beatriz da Silva Cerqueira

Vice-presidente: Carlos Magno de Freitas

Secretário-geral: Jairo Nogueira Filho

Secretária de Mulheres: Elza Ilza Simões de Souza

Secretário de Administração e Finanças: Reginaldo Tomaz de Jesus

Secretário de Saúde: Djalma de Paula Rocha

Secretário de Relações do Trabalho: Marcos de Jesus Leandro

Secretário de Organização e Política Social: Carlos Alberto de Freitas (Nunes)

Secretário de Formação: Carlos Henrique de Melo

Secretário de Meio Ambiente: José Maria dos Santos

Secretária de Combate ao Racismo: Elaine Aparecida Ribeiro

Secretário de Comunicação: Neemias Souza Rodrigues

Secretária de Políticas Sociais: Lourdes Aparecida de Jesus Vasconcelos

Secretário da Juventude: Ederson Alves da Silva

 

Direção Estadual

Marlene Tomé de Souza

Paulo Henrique Santos Fonseca

Sergio Leôncio

Jorge Ferreira dos S. Filho

Antonio Carlos Hilário

Eder de Oliveira Fernandes

Illyushin Zaak Saraiva

Salvador Vicente de Andrade

José Wagner M. de Oliveira

Luiz Carlos C. Oliveira

Maria Adelina Braz

Roges Carvalho dos Santos

Abdon Geraldo Guimarães

Angela Maria Oliveira

Maria da Conceição Silva

Marco Antonio da Silva

Balbino Cosme de S. Neto

Oleg Abranov Júnior

Angela Maria F. da Cruz

José Alves Pereira

Ana Cristina Nunes

Rosangela Gomes S. da Costa

 

Conselho Fiscal Efetivo (01) - Evina Teixeira da Cruz

Conselho Fiscal Efetivo (02) - Sandra Lúcia C. Bittencourt

Conselho Fiscal Efetivo (03) - Thiago Ribeiro de Oliveira

Conselho Fiscal Suplente (01) - Hervécio Cruz

Conselho Fiscal Suplente (02) - Jobert Fernando de Paula

Conselho Fiscal Suplente (03) - Eliane Soares Martins dos Reis