• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Trabalhadoras e trabalhadores dos Correios vão organizar greve do dia 18

Sintect-MG realizada Assembleia na sede do Sindados. Trinta e seis sindicatos já decidiram pela paralisação em todo o Brasil

Publicado: 13 Março, 2020 - 12h36

Escrito por: Rogério Hilário

Sintect-MG
notice

 

Trabalhadoras e trabalhadores dos Correios vão paralisar as atividades no dia 18 de março, próxima quarta-feira, no Dia Nacional de Luta Nacional de Luta em Defesa de Emprego, Salário e Serviços Públicos de Qualidade. Trinta seis sindicatos já decidiram que farão a greve que tem como pauta, além das lutas da categoria, contra as privatizações e a defesa de um Correio público de qualidade para o povo brasileiro, a luta contra o aumento abusivo das mensalidades do plano de saúde.

O Sindicato dos Trabalhadores nas Empresas de Correios de Minas Gerais (Sintect-MG) convocou a categoria para a Assembleia no dia 17, próxima segunda-feira, às 19 horas, na sede do Sindados – Rua David Campista, 150, Floresta, Belo Horizonte, que servirá para organizar a paralisação do dia 18.

Segundo o presidente do Sintect-MG, Robson Gomes da Silva, já está definido que trabalhadoras e trabalhadores dos Correios vão se concentrar, no dia 18, na Praça da Assembleia Legislativa, junto com educadoras e educadores, em greve desde o dia 11 de fevereiro, que farão Assembleia Estadual e participarão da manifestação da Greve Nacional da Educação.

“Já paralisamos as atividades, no dia 12 de fevereiro, junto com professoras e professores. Não podemos vacilar nem recuar. Este dia 18 vai servir para ampliar o debate com a população brasileira e com a classe trabalhadora, que vem sofrendo uma política de ataque por parte do governo de Jair Bolsonaro, com a retirada de direitos”, disse o presidente do Sintect-MG, também da Direção Estadual da Central Única dos Trabalhadores de Minas Gerais (CUT/MG).